sexta-feira

Fotografaram o amor

Bianca Alves
Foi realizada na segunda-feira (16 de junho) na Califórnia a união civil de Phyllis Lyon, 84 anos, e Del Martin, 87 anos, juntas há 50 anos.


Adoro quando o amor se revela na diferença
Quando quebra, rompe com dogmas e crenças
Quando desobedece a tudo que foi constituído, fundamentado e determinado

Protocolaram o amor
Documentos, testemunhas, assinaturas, livros, carimbos
O amor desconhece cartórios, firmas e sinagogas
É um andarilho

Limitaram o amor
O colocaram num grande terreno, com proprietário, cercas e arames
Ele se libertou e fundou um quilombo de homens livres

Catequizaram o amor
Ele não cabe num templo, desconhece conceitos, pecados e penas
O amor não teme Deus e o seu amor infinito
Teme o homem que criou um Deus, egocêntrico, carrasco e vingativo

Educaram o amor
Ele não é cívico, centrado, não senta nas carteiras da frente
Gosta mais das aulas de artes, história, literatura
Desconhece o exato, o absoluto
Sempre divaga, filosofa
Não precisa de respostas
Não foi um bom aluno
Nunca será

Construíram o amor
Como algo concreto, tocável, pronto, com paredes pintadas
Quartos para as crianças
promessas matrimoniais eternas e felicidade garantida

Existe garantia no amor? Não

O amor adora ser surpreendido, ser pego em flagrante gostando
É um rebelde!
Desobedece as limitações do corpo,
da alma e principalmente do que parecia certo.

5 comentários:

  1. Esse foi um dos melhores textos que já li aqui no teu blog. Está simplesmente sensacional! Vou demorar aqui ainda lendo mais e mais vezes. Quanta inspiração e lucidez (ou não lucidez pra falar de amor). Seja como for, sei que o texto se enquadra no que chamaram de perfeição!

    Abraço, Bi poetisa!! =p

    Dry Neres.

    ResponderExcluir
  2. Bravo, dona Bianca!!! ^^


    Um texto, sem dúvidas maravilhoso!

    Li, reli, analisei, ADOREI...!!


    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. ah!
    Ótimo passar por aqui e dar de cara com esse texto! Também tomei num gole! E obrigada por ter visitado o meu blog silencioso, ele é super tímido. Haha

    Você tem um programa na rádio comunidade, né? Ouvi no Dia dos Namorados, quando decidi ficar acompanhada das minhas duas namoradas: cerveja e música.


    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo!!!
    O amor,
    De muitas maneiras e todas elas lindas...^^
    Independe de qualquer matéria...
    E essa história é uma prova que qualquer pedra é pouco quando realmente o amor tem que se libertar
    Que como você diz: Uma vida é pouco
    Adorei seu texto!!!

    bjuuu linda

    ResponderExcluir
  5. Você escreve lindo, você é linda te amo muito.

    Pai

    ResponderExcluir

""Erótica é a alma""

Adélia Prado