domingo

Mulher

Bianca Alves

Dia internacional da mulher

Apesar da graça e leveza que carregam nos pés e na dança do corpo e dos cabelos
esvoaçados, comportados, revoltos, soltos, presos
uma única mulher carrega com elegância tantas outras, de tantas formas
não se toca a mesma mulher num único dia
não se abraça esse ser infinito
não se repete nada na mulher
desconfio que a poesia nasceu de seu ventre
ser perigoso por ser cheio de curvas, abismos
ama-se a possibilidade de tocá-la
ama-se a possibilidade de entendê-la
ser curioso e devastador
segundo a escritura sagrada foi ela que despertou o profano
a fome imediata, o olhar que pretende ser beijo
ser mitológico, enigmático, transparente, inspirador
completa a existência do mundo
a minha existência
de choro fácil, de riso fácil
quantos não morreram tentando tocar a alma de uma mulher?
Helenas, mulheres de Atenas, Marylin, Leila Diniz, Olga Benário, Rosa Luxemburgo, Frida Kahlo, Marisas, Marias...você
me alimentaram, me carregaram nos braços, melhor lugar pra morar numa mulher
de bíblias nas mãos, acreditam poder salvar o mundo
de pintura forte, telas vivas
de olhar triste, é fácil escrever pra elas
de voz doce, acredite elas não são fracas
mulheres que amam seus homens, força e delicadeza
mulheres que amam mulheres, delicadeza e longas conversas
mulheres que amam seus filhos, fetos, afetos,eternos
mulheres que amam seus amigos, laços ternos
mulheres com bandeiras, incansáveis
mulheres sem bandeiras, esperam
mulher e música, letra, composição, inspiração
mulheres na literatura, literatura

mulher=inclassificável, ilegível,intraduzivel, não se traduz nada no coração de uma mulher e impossível não amar o ser que inventou o amor.

2 comentários:

  1. Elaine20.3.09

    Adorei a forma que voce falou da mulher. Lindo texto!

    Elaine

    ResponderExcluir
  2. Bi que lindo! Que mulher linda você!!!! Amo um montão!!!!!

    ResponderExcluir

""Erótica é a alma""

Adélia Prado